Um dos cursos mais concorridos do país é o de Arquitetura, uma área nobre e com o mercado cada vez mais aquecido. No entanto, muitas vezes o candidato não tem condições de bancar uma vaga na faculdade e é aí que o Prouni para Arquitetura pode ajudar.

Além das universidades públicas, as particulares oferecem cursos conceituados não só pela qualidade do corpo docente e pelas propostas curriculares, mas por oferecerem, em muitos casos, laboratórios e equipamentos moderno que acabam tornando as aulas práticas mais interessantes.

A seguir, contamos qual é a nota de corte do Prouni e como utilizar o programa para conseguir uma boa vaga em um curso de Arquitetura de uma faculdade particular.

Como funciona o Prouni para Arquitetura?

Para participar do Prouni (Programa Universidade para Todos), o candidato deve ter realizado o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) na versão mais recente ou no ano anterior, e não ter zerado a redação, além de ter obtido uma nota mínima de 450 pontos.

Antes do Prouni 2022, só era possível se inscrever no programa com a nota da última edição do Enem. Para reduzir a quantidade de bolsas ociosas (ou seja, que não tiveram candidatos pleiteados), o MEC (Ministério da Educação) decidiu também ampliar o uso da nota para a edição do Enem de 2020, de forma a aumentar as oportunidades entre os brasileiros que sonham por uma vaga no ensino superior.

E se o candidato realizou o Enem em 2020 e em 2021? O sistema de inscrições do Prouni 2022 vai selecionar, automaticamente, a nota do Enem mais alta de acordo com o curso escolhido.

Para participar do Prouni, o candidato não pode ter diploma de ensino superior (com exceção de professores). Na edição do Prouni 2022, o MEC também permitiu que se inscrevessem alunos graduados, mas interessados em tentar bolsas para cursos de licenciatura, como uma forma de incentivar a prática de ensino no país.

Além disso, ainda é preciso se adequar a algum dos seguintes critérios socioeconômicos:

  • Ter sido aluno, durante todos os anos do ensino médio, em escola pública;
  • Ter sido aluno, durante todos os anos do ensino médio, em escola particular com bolsa integral;
  • Ser professor da rede pública de ensino, na educação básica e como membro permanente do quadro de professores;
  • Ser pessoa com deficiência.

Também é necessário atender aos seguintes critérios de renda (com exceção de professores da rede pública de ensino):

  • Para bolsa integral (100%): é necessário ter renda familiar per capita de, no máximo, um salário-mínimo e meio;
  • Para bolsa parcial (50%): é necessário ter renda familiar per capita de, no máximo, três salários-mínimos.

No momento da inscrição, o candidato deve escolher até duas opções de curso, período letivo e instituição de ensino superior de acordo com seus interesses.

Nota de corte do Prouni para Arquitetura

Em média, o curso de Arquitetura apresenta a nota de corte do Prouni de 641.96 pontos, considerando a menor nota de corte de 466.84 pontos e a maior de 712.78 pontos.

Como ver o resultado do Prouni para Arquitetura?

O resultado do Prouni é disponibilizado no site oficial do programa. O candidato precisa estar atento às datas do cronograma.

Vagas remanescentes do Prouni para Arquitetura

Fora das inscrições do Prouni, é possível tentar vagas remanescentes para Arquitetura. São vagas que foram selecionadas, mas por algum motivo não foram preenchidas. Nesse caso, as vagas ficam disponíveis para candidatos que já estão matriculados em faculdades particulares e que atendem aos requisitos do Prouni.

Para participar das bolsas remanescentes do Prouni é preciso se inscrever na lista de espera e acompanhar o processo pelo site do programa.

Como se inscrever para o Prouni para Arquitetura?

Em primeiro lugar, é preciso estar atento às datas do calendário do Prouni. As inscrições para o Prouni para Arquitetura são gratuitas e acontecem a partir da nota do Enem e de forma online, pelo site do programa. Para isso, é preciso preencher o formulário, concedendo as seguintes informações:

  • Número de inscrição e senha cadastrada no Enem referente à edição imediatamente anterior ao ano corrente;
  • Informações de contato;
  • Informações pessoais;
  • Informações sobre renda e composição familiar;
  • Informações sobre escolaridade e instituição onde foi cursado o ensino médio;
  • Até duas opções de instituição, local de oferta, curso, turno, tipo de bolsa e modalidade de concorrência dentre as disponíveis e de acordo com sua renda familiar bruta mensal per capita e aos demais critérios de seleção do programa.

Faculdades privadas de Arquitetura que aceitam Prouni

Diversas faculdades particulares oferecem o curso de Arquitetura e aceitam o Prouni. Entre elas, podemos destacar:

  • Universidade São Judas Tadeu (USJT);
  • Universidade Santo Amaro (UNISA);
  • Universidade Anhanguera;
  • Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL);
  • Universidade Cidade de São Paulo (UNICID);
  • Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU);
  • Universidade Estácio de Sá;
  • Universidade Santa Úrsula (USU);
  • Centro Universitário UNA;
  • Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH);
  • Faculdade Pitágoras;
  • Centro Universitário Newton Paiva.

Não consegui bolsa para o Prouni, e agora?

Se você não conseguiu nota suficiente e não foi contemplado com a bolsa para o Prouni, não se preocupe. É possível pensar em outras formas de conseguir a vaga na faculdade.

Você ainda pode tentar utilizar a nota do Enem para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada), para concorrer a vagas em faculdades públicas. Além do calendário de inscrições regulares do programa, o Sisu também abre para vagas remanescentes, em que candidatos podem concorrer para vagas que não foram preenchidas.

Além de conseguir uma bolsa direto com a universidade, outra forma de conseguir bolsa de estudos para graduação de Arquitetura é com o Amigo Edu, com descontos de até 80%! Garanta sua bolsa de estudos de Arquitetura agora mesmo!

CTA faça faculdade pagando menos por mês com o Amigo Edu

9.770 comentários em “Nota de corte do Prouni para Arquitetura