Ansiosos para o Enem 2021? 
Após um ano atípico por conta da pandemia e com datas do Enem 2020 adiadas, quem não está, não é mesmo? O Ministério da Educação promete seguir as já tradicionais datas em 2021. Mas o que não muda é que, como em todo ano, os novos candidatos têm dúvidas sobre como fazer a inscrição do Enem.

Por isso, preparamos este post com tudo o que você precisa saber sobre a inscrição do Enem 2021. Tudo mesmo! Entenda o que é o Enem, confira o passo a passo detalhado de como realizar a sua inscrição, o cronograma de 2021 e onde você pode usar a nota. É só ir acompanhando os tópicos, confere só:

O que é o Enem?

O Enem é a sigla para Exame Nacional do Ensino Médio, criado pelo Ministério da Educação, em 1998, para avaliar o desempenho dos alunos do ensino médio de todo o Brasil, tanto de escolas públicas quanto particulares. 

Mas foi só em 2009 que ele ganhou uma importância maior, quando passou a ser utilizado como processo seletivo de universidades públicas e programas do governo, como o Sisu, Prouni e Fies

Por isso, hoje o Enem é a principal forma de ingresso no ensino superior brasileiro e uma das provas mais importantes da vida de qualquer jovem em idade escolar. 

Em 2020 o Enem ganhou também uma versão digital, onde aproximadamente 100 mil candidatos puderam fazer a prova de um computador. A ideia é que até 2026 todas as provas realizadas sejam na versão digital. 

enem gabarito

Como fazer a inscrição do Enem 2021?

A inscrição para o Enem é totalmente online e deve ser feita diretamente pela Página do Participante, criada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). 

Você deve seguir o seguinte passo a passo:

  1. Acesse a Página do Participante
  2. Faça login com os mesmos dados de acesso ao portal do governo gov.br. Caso ainda não tenha um login e senha, é possível criar na hora. 
  3. Guarde bem esse login e senha, você vai precisar dele futuramente!
  4. Após fazer login, o site irá pedir para você preencher ou confirmar algumas informações básicas como: nome da mãe, sexo, estado civil, documento de identidade  e nacionalidade, entre outros. 
  5. Depois de preencher seus dados pessoais, o sistema irá te perguntar se você necessita de recursos de acessibilidade (deficientes físicos, grávidas, etc) e qual a sua necessidade específica.
  6. Feito isso, você deverá escolher entre inglês e espanhol para as questões de língua estrangeira.
  7. Em seguida, informe qual sua situação em relação ao ensino médio: já concluiu; está cursando o último ano; está cursando o ensino médio, porém não está no último ano; não está cursando e não concluiu o ensino médio.
  8. O próximo passo é selecionar o tipo de escola que você estuda ou estudou: se pública ou particular, com bolsa de estudo ou sem. 
  9. Caso você já tenha concluído o ensino médio, a pergunta será para saber se o seu certificado foi obtido via Encceja, um exame para jovens e adultos que não tiveram a oportunidade de concluir os estudos na idade apropriada. E em seguida aparecerá uma opção para você preencher em qual tipo de ensino: regular, especial ou educação de jovens e adultos, além do ano de conclusão. 
  10. Agora, caso você possua o NIS -Número de Identificação Social, esse é o momento de informá-lo. 
  11. Respondido todas essas perguntas, chegou a hora do Questionário Socioeconômico com 25 perguntas simples e objetivas. Quem pediu a taxa de isenção e já tiver preenchido este questionário pode seguir em frente.
  12. Depois preencha os dados de contato com atenção.
  13. Responda se prefere o Enem Digital ou Impresso.
  14. Escolha o estado e cidade que deseja realizar o exame. 
  15. Anexe uma foto atual, de rosto inteiro e sem chapéu ou boné. 
  16. Agora é a hora de revisar todas as informações. Se precisar editar algo, ainda dá tempo.
  17. Se estiver tudo certo é só finalizar a sua inscrição
  18. O sistema irá gerar o boleto e você deve ficar atento à data de vencimento.  
  19. Depois é só focar nos estudos até a prova!

Ufa! Acabou!
Mas calma, não é tão complicado quanto parece. São etapas bem rápidas e para ilustrar melhor todo esse passo a passo, separamos um vídeo preparado pelo próprio Inep. Confere só:

Quem pode se inscrever?

Qualquer pessoa que já concluiu o ensino médio ou ainda esteja cursando pode se inscrever no Enem. A diferença é que para os chamados “treineiros”, alunos que estão no 1º ou 2º ano do ensino médio, o resultado pode sair mais tarde e eles não poderão utilizar essa nota para entrar em uma faculdade ou se candidatar a algum programa governamental, como o ProUni, o Sisu ou o FIES.

Taxa de inscrição do Enem 

O valor da taxa de inscrição do Enem 2021 ainda não foi divulgada, mas deve girar em torno dos R$85,00 como nos últimos anos. 

Ao final da sua inscrição é gerado a Guia de Recolhimento da União (GRU), o boleto citado no item 18 do passo a passo. 

É possível fazer o pagamento em qualquer banco, casa lotérica ou agência dos Correios.Normalmente o candidato temalguns dias após o prazo final das inscrições para fazer o pagamento. Então fique atento ao prazo!

Como conseguir isenção da taxa de inscrição do Enem 2021

Candidatos de baixa renda podem solicitar a isenção da taxa de inscrição do Enem.

Para isso o aluno tem que se encaixar em um dos seguintes requisitos: 

  • Estar cursando a última série do ensino médio no ano de 2021, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública
  • Ter cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou ser bolsista integral na rede privada, além de ter renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio 
  • Ou declarar situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda e que esteja inscrito no CadÚnico, desde que informe o seu Número de Identificação Social (NIS) único e válido

Caso você se encaixe em um desses perfis e queira solicitar a isenção da taxa de inscrição do Enem 2021, poderá fazer entre os dias 17 e 28 de maio.

O passo a passo é praticamente igual ao da inscrição em si, a diferença é que, após acessar a Página do Participante, o primeiro passo será clicar em “isenção”. Siga todos os passos, desde inserir seus dados básicos até o final, onde você revisará todas suas respostas e finalize sua solicitação.

Depois disso é só aguardar o resultado da solicitação que está previsto para sair no dia 09 de junho. Caso o seu pedido tenha sido negado, você poderá recorrer entre os dias 14 e 18 de junho. Já o resultado do recurso está previsto para sair no dia 25 de junho de 2021.

Quem precisar justificar a ausência no Enem 2020 também poderá fazer dentro dos mesmos prazos citados acima. A expectativa é que a justificativa deve ser feita por muitos candidatos, uma vez que a abstenção do ano passado foi recorde, com mais de 50% dos candidatos ausentes em virtude da pandemia do coronavírus.  

inep enem página do participante

Cronograma Enem 2021

O cronograma do Enem 2021 ainda não foi 100% confirmado, por isso algumas datas estão sendo estimadas, pelo Ministério da Educação, apenas pelo mês de realização.

Confira o que foi divulgado até então pelo MEC:

Solicitação de isenção e justificativa de ausência no Enem 202017 a 28/05/2021
Resultado da justificativa de ausência e solicitação de isenção09/06/2021
Recurso da justificativa de ausência e solicitação de isenção14 a 18/06/2021
Resultado do recurso da justificativa de ausência e isenção da taxa de inscrição25/06/2021
Período de Inscrições do Enem 202130/06 a 14/07/2021
Pagamento da Taxa de Inscriçãojulho de 2021
Cartão da Inscrição (versão impressa)outubro de 2021
Cartão da Inscrição (versão digital)novembro de 2021
Cartão da Inscrição (reaplicação)dezembro de 2021
Aplicação (Enem impresso)21 e 28/11/2021
Aplicação (Enem digital)21 e 28/11/2021
Aplicação (reaplicação)dezembro de 2021
Resultadojaneiro de 2022
Resultado (treineiros)março de 2022

O que cai na prova do Enem?

O Enem é composto de 180 questões de múltipla escolha, além de uma redação. Tudo isso é feito em dois dias de exame de até 5h30 de duração cada. 

As prova engloba as seguintes áreas do conhecimento:

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias: História, Geografia, Filosofia e Sociologia;
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias: Química, Física e Biologia
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira (espanhol ou inglês), Literatura, Educação Física, Artes, Tecnologias da Informação e Comunicação
  • Matemática e suas Tecnologias: Matemática
  • Além da redação

A divisão das áreas de estudo do Enem é feita da seguinte forma:

1º dia: Redação, 45 questões de Linguagens e Códigos, 45 questões Ciências Humanas

2º dia: 45 questões de Ciências da Natureza, 45 questões Matemática

Onde usar a nota do Enem

O Enem ganhou mais força quando sua nota passou a ser utilizada obrigatoriamente nos programas de acesso à universidade oferecidos pelo governo federal. Confira quais são esses programas e outras possibilidades de usar a nota do Enem:

Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é o sistema informatizado no qual estudantes se candidatam a vagas em universidades públicas e gratuitas de todo o país. Assim, o candidato escolhe até duas opções de curso e são selecionados os com melhor classificação no Enem.

As vagas são distribuídas obedecendo a Lei de Cotas e algumas instituições oferecem vagas reservadas, enquanto outras adotam bônus na nota do candidato. Dessa forma, são selecionados os candidatos com melhor classificação no Enem.

ProUni 

O ProUni é o programa do Ministério da Educação (MEC) que oferece bolsas de estudo em faculdades particulares. 

As bolsas podem ser de 100% para alunos com renda familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa ou de bolsas de 50% para alunos com renda bruta familiar de até 3 salários mínimos por pessoa. 

Também podem concorrer pessoas com deficiência ou professores da rede pública de ensino. No ato da inscrição o candidato escolhe até 2 opções de instituições de ensino e curso.

Fies 

Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do governo que oferece financiamentos para estudantes de universidades particulares. Para concorrer, o estudante deve ter feito uma das edições do Enem a partir de 2010 e ter média de no mínimo 450 pontos, além de não poder zerar a redação. 

Amigo Edu

O Amigo Edu é uma plataforma que oferece bolsas de estudo de até 80% em faculdades de todo o Brasil. Os alunos têm direito a uma conta digital 100% gratuita com cashback de R$100, seguro educacional, clube de benefícios e muito mais!

Substituir os vestibulares

Muitas instituições de ensino superior privadas já aceitam a nota do Enem para substituir os tradicionais vestibulares. Ou seja, com em vez de fazer o vestibular você pode se candidatar às vagas da universidade com a sua nota do último Enem. 

enem provas

Como se preparar para o Enem 2021

O quanto antes você começar a se preparar para o Enem, melhor. Então, mãos a obra! Você já sabe todas as áreas do conhecimento e os assuntos que mais caem na prova, então pode começar fazendo um plano de estudos personalizado. Para isso, leve em consideração a sua rotina e não esqueça de deixar breaks para descanso, isso é muito importante para o seu aprendizado render mais.

Inclua na sua agenda fazer alguns simulados, eles são de extrema importância para ver como você vai realmente se sair no momento da prova. 

O ENAE é atualmente o maior simulado e mais próximo da prova do Enem. No último ano, inclusive, o tema da redação do ENAE foi muito parecido com o do Enem e ajudou bastante os candidatos. 

O simulado é online, gratuito e o resultado com gabarito comentado de todas as questões sai em 3 dias após a prova. Acesse amigoedu.com.br/enae e acompanhe as datas das próximas provas. 

Agora que você já sabe tudo sobre o Enem e a sua inscrição é só continuar acompanhando o Blog do Amigo para receber mais dicas de estudo. 🙂