Se você quer atuar na área da saúde, mas sem ser em Medicina ou Odontologia, saiba que a faculdade de Fisioterapia pode ser uma opção bastante interessante. Uma vez que a área de Fisioterapia pode te proporcionar uma excelente carreira profissional, além de ter diversas opções de campos de atuação para o profissional. 

Hoje, presenciamos um mercado que demanda por mais profissionais na área da saúde, entretanto, também é mais seletivo em relação a profissionais qualificados. Segundo a pesquisa mais recentemente divulgada pelo LinkedIn, 2020 alavancou a algumas carreiras.

E claro, há um destaque para profissões nos setores de saúde e de tecnologia, áreas que acabaram sendo mais impactadas pelas demandas impostas atualmente.

Mas tudo isso trouxe novas tendências para o mercado de trabalho no quesito de habilidades profissionais. E acredite se quiser, mas a profissão de Fisioterapia está entre as 15 profissões que estarão em alta em 2021.

Portanto, se você sonhar em cursar faculdade de Fisioterapia, esse é um grande momento para começar a construir sua carreira na área da saúde. E para te ajudar nessa nova trajetória preparamos esse conteúdo mostrando tudo que você precisa saber sobre o curso e profissão, confira!


Como é a faculdade de Fisioterapia?

Saiba tudo sobre a Faculdade de Fisioterapia, profissão e principais tendências para o mercado de trabalho e muito mais, confira

O curso de Fisioterapia tem como propósito formar profissionais capacitados para atuar tanto na prevenção como também na reabilitação da capacidade física e funcional. Portanto, a faculdade de Fisioterapia é focada em estudar os movimentos e funções do corpo humano, que podem sofrer alguns distúrbios por alteração genética como, por exemplo, doenças e traumas.

Por isso, durante a graduação de fisioterapia, além dessas habilidades mencionadas acima, você vai desenvolver uma visão crítica, humana, ética e criteriosa. Além de habilidades técnicas e científicas para atuar na área de Fisioterapia.  

A base curricular da faculdade de Fisioterapia é constituída por disciplinas de Ciências Biológicas e da área da saúde. Portanto, já pode esperar por muitas aulas de anatomia, fisiologia, histologia e patologia durante a sua formação. 

Mas você também vai estudar matérias voltadas para área da saúde pública, como recursos terapêuticos e manuais, neurologia, ortopedia e traumatologia. Sendo assim, se você quer cursar Fisioterapia, já pode se preparar para uma jornada intensa de estudos. 

Afinal, como todo curso da área da saúde, a faculdade de Fisioterapia também promete uma grade curricular intensa de conteúdos teóricos e práticos. E a partir do segundo ano, você vai ter mais aulas práticas para aprender técnicas de tratamento como a massoterapia (massagem) e termoterapia (aplicação de calor ou frio), entre outras. 

A faculdade de Fisioterapia tem em média duração de 4 a 5 anos e conta com estágio obrigatório. Porém, o prazo para formação pode variar de acordo com o seu desempenho durante o curso. 

Normalmente, a graduação é em bacharelado, seja na modalidade presencial ou semipresencial. Mas, vale ressaltar que na modalidade semipresencial há aulas à distância, porém, algumas aulas práticas acontecem em laboratórios presencialmente e são essenciais para sua formação. 


Qual a grade curricular de Fisioterapia?

Conheça a grade curricular do curso de Fisioterapia

O principal objetivo da faculdade de Fisioterapia é formar profissionais qualificados e preparados para atuar na promoção, prevenção e reabilitação de seus pacientes. Por isso, o curso abrange em sua grade curricular fundamentos da área Ciências Biológicas e da Saúde, aliadas às técnicas das Ciências Sociais e Humanas.  

Entretanto, é importante ter em mente que a grade curricular de Fisioterapia pode variar de acordo com a instituição de ensino. Confira a seguir, um exemplo de grade completa e por período:


1º período

  1. Anatomia dos sistemas orgânicos
  2. Bases de biologia celular e genética
  3. História e fundamentos da fisioterapia
  4. Planejamento de carreira e sucesso profissional
  5. Políticas e estratégias em saúde

2º período

  1. Anatomia do sistema musculoesquelético
  2. Ética na saúde
  3. Fundamentos de bioquímica
  4. Histologia e embriologia
  5. Práticas de promoção da saúde e prevenção de doenças

3º período

  1. Anatomia palpatória
  2. Cinesiologia e biomecânica
  3. Fisiologia humana
  4. Geriatria e gerontologia
  5. Metodologia científica

4º período

  1. Avaliação cinético funcional
  2. Fisiologia do exercício e prescrição de exercício
  3. Neurofisiologia
  4. Patologia
  5. Recursos terapêuticos manuais

5º período

  1. Cinesioterapia
  2. Eletrotermofototerapia
  3. Estudos de exames por imagem
  4. Fundamentos socioantropológicos da saúde
  5. Saúde, gênero e sexualidade

6º período

  1. Fisioterapia aquática
  2. Fisioterapia em traumato-ortopedia
  3. Fisioterapia neurofuncional
  4. Fisioterapia respiratória
  5. Psicomotricidade

7º período

  1. Estágio em fisioterapia – ambientação
  2. Fisioterapia esportiva
  3. Fisioterapia na saúde da criança
  4. Fisioterapia na saúde da mulher
  5. Tópicos especiais em fisioterapia

8º período

  1. Epidemiologia
  2. Estágio – fisioterapia comunitária
  3. Fisioterapia cardiovascular
  4. Fisioterapia dermatofuncional
  5. Fisioterapia em dor

9º período

  1. Estágio – fisioterapia ambulatorial
  2. Farmacologia básica
  3. Fisioterapia em terapia intensiva
  4. Fisioterapia na saúde do trabalhador
  5. Projeto TCC saúde

10º período

  1. Educação ambiental e sustentabilidade
  2. Estágio – fisioterapia hospitalar
  3. Ética e exercício profissional em fisioterapia
  4. Fisioterapia na saúde da família
  5. Formação socioeconômica e política da sociedade brasileira
  6. História dos povos indígenas e afrodescendentes
  7. Seminário integrador na fisioterapia
  8. TCC saúde

Também está previsto na grade curricular de Fisioterapia o estágio supervisionado obrigatório durante o último ano da graduação. Portanto, para você concluir a formação é essencial que você cumpra as horas de estágio supervisionado e entregue o Trabalho de Conclusão de Curso.


O que se aprende na faculdade de Fisioterapia?

Quer saber o que se aprende na faculdade de Fisioterapia, então confira tudo sobre essa profissão e curso.

Conforme já mencionamos, a grade do curso de graduação em Fisioterapia inclui fundamentos da área Ciências Biológicas, da Saúde, aliadas às técnicas das Ciências Sociais e Humanas.  

E conforme as Diretrizes Curriculares Nacional estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC), toda graduação em Fisioterapia, deve ter como conteúdo fundamental quatro áreas, sendo elas:

  • Ciências Sociais e Humanas
  • Ciências Biológicas e da Saúde
  • Conhecimentos Biotecnológicos
  • Conhecimentos Fisioterapêuticos

Portanto, durante a sua formação você terá aulas de Anatomia, Biologia Celular e Molecular, Bioquímica, Ética Profissional, Fisiologia Humana. Além de matérias como Fisioterapia Aplicada à Saúde Pública, Fisioterapia Hospitalar, Microbiologia e Patologia, entre outras. 

O curso oferece uma graduação generalista para formar profissionais qualificados para atuar em vários campos como, por exemplo, saúde coletiva e fisioterapia. Além disso, ao longo do curso você também vai ser capacitado para atuar em diversas áreas da Fisioterapia como, por exemplo: Pediatria, Cardiologia, Geriatria, Ginecologia Obstetrícia, Pneumologia e Neurologia. 

E conforme mencionamos anteriormente, no final do curso é indispensável que você cumpra às horas de estágio obrigatório para concluir a graduação. O estágio tem como finalidade te ajudar a ampliar ainda mais sua visão sobre campo de atuação, além de vivenciar na prática o contato com pacientes.

Enfim, como você pode ver pela grade curricular, o fisioterapeuta é um profissional importante na área da saúde e pode contribuir em diversas áreas.


Qual o valor de uma faculdade de Fisioterapia?

Atualmente, é bastante natural que você esteja se questionando qual o valor da faculdade de fisioterapia e se vale a pena investir em uma graduação. Bom, tenha em mente que a faculdade de Fisioterapia é um curso da área da saúde, então exige um investimento maior, tanto financeiro como também de esforço e dedicação para formação. Isso porque o curso exige muitos trabalhos práticos, o que demanda uma grande estrutura de laboratórios e carga horária intensiva de estudos. 

Porém, as profissões da área da saúde são cada vez mais importantes para a população e consequentemente são muito valorizadas pelo mercado de trabalho. Além disso, conforme pesquisa realizada pela Glassdoor, plataforma de vagas e avaliações de empresas, a Fisioterapia está entre 20 profissões da área da saúde em crescimento no mercado durante 2020.

Então podemos dizer que todo o seu esforço será recompensado durante a sua trajetória profissional. assim, o valor médio da faculdade de Fisioterapia é em torno de R$ 1.200 sendo um dos cursos considerados mais acessíveis da área da saúde. 

Entretanto, é importante ter em mente que o valor do curso pode variar muito conforme a instituição de ensino. Normalmente, as universidades mais renomadas na área da saúde chegam a cobrar mais de R$ 2 mil. E se você ficou preocupada (a) com o valor da faculdade de Fisioterapia, calma que a gente vai te ajudar. 😎

Saiba que o Amigo Edu é uma plataforma digital que veio para revolucionar a maneira como brasileiros interagem com a educação. E por isso, temos parcerias com várias universidades por todo o Brasil, com a missão de ajudar milhares de estudantes a cursar uma graduação e ainda conseguir as melhores condições de bolsas de estudo disponíveis no mercado. 

Portanto, no site do Amigo Edu, você consegue escolher a melhor opção de universidade, realizar vestibulares on-line e até mesmo fazer a sua pré-matrícula para garantir a melhor condição de bolsa na faculdade de Fisioterapia

Mas o Amigo Edu é muito mais do que apenas uma plataforma de descontos, por isso, você também pode contar uma conta digital 100% gratuita e sem taxas, e ainda recebe cashback de 100 reais. E para isso, basta você seguir o passo a passo:

  1. Acesse o site do Amigo
  2. Pesquise pelo curso de Fisioterapia 
  3. Escolha a instituição
  4. E em seguida é só realizar a sua pré-matrícula

Prontinho, a sua bolsa de estudos já estará garantida. É a oportunidade de mudar o rumo da sua história profissional com apenas um clique, então aproveita e já dá uma conferida nas opções de bolsas disponíveis para a faculdade de Fisioterapia


Onde posso fazer o curso de Fisioterapia?

Vem conferir as tendências para o mercado de trabalho para fisioterapeutas

Uma das grandes vantagens da faculdade de Fisioterapia é que existem várias opções de instituições de ensino superior, credenciadas pelo MEC. E a busca pelo curso de Fisioterapia a distância vem crescendo  cada vez mais entre os futuros universitários. 

Porém, ainda são poucas as faculdades que oferecem o curso de Fisioterapia semipresencial. Uma vez que nessa modalidade você como aluno terá parte das matérias teóricas on-line, por uma plataforma digital da instituição. E as aulas práticas, provas e trabalhos acontecem em laboratórios e em salas de aulas presencialmente. 

E caso você esteja preocupado (a) com a qualidade do ensino, saiba que os cursos semipresenciais de Fisioterapia possuem a mesma grade curricular da graduação presencial. Incluindo o estágio supervisionado obrigatório e o trabalho de conclusão de curso (TCC) e as aulas acontecem com frequência de uma ou duas vezes por semana. 

Confira algumas opções de instituição de ensino que oferecer o curso de Fisioterapia semipresencial:

Inclusive, o ensino EaD vem permitindo ampliar o acesso de milhares de estudantes no ensino superior. Afinal, diante da dificuldade de conciliar trabalho com educação, diversos estudantes ficaram impossibilitados de frequentar um curso presencial, aumentando a busca por cursos a distância no mercado.

Perfil do profissional formado em Fisioterapia

Bom, a primeira coisa que você precisa ter em mente é que durante o curso de graduação em Fisioterapia, você será preparado para desenvolver as principais competências e habilidades necessárias para atuar na área. Então, não existe um perfil específico para poder atuar nessa profissão, mas existem algumas características que podem facilitar sua rotina de trabalho.

Sendo assim, em um primeiro momento é importante que você goste de contato com as pessoas, já que elas serão o foco da sua carreira. Afinal, para você poder exercer de forma saudável e agradável é fundamental estabelecer uma boa comunicação entre os seus pacientes para entender suas dificuldades e dores.

Sendo assim, carisma, empatia e relação interpessoal são um diferencial para que a dinâmica de trabalho aconteça da melhor forma possível. Além disso, paciência e segurança para tomada de decisões também são habilidades essenciais para tratar de pacientes em situação de vulnerabilidade. 

Portanto, se você já tem essas características, você está na direção certa, elas podem contribuir muito para sua formação como profissional comprometido e responsável. E caso, você ainda não tenha algumas dessas competências, fique tranquilo (a), muitas delas serão desenvolvidas durante a sua formação e com o exercício da profissão.

Talvez, agora, você esteja se perguntando como é o mercado de trabalho para fisioterapeutas e quais são as áreas de atuação para esse profissional. Afinal, o mercado de trabalho está constantemente em mudanças atrás de novas soluções e profissionais qualificados. Então continue a leitura e confira como é o mercado de trabalho para Fisioterapeutas. 


Mercado de trabalho para Fisioterapia

Mercado de trabalho para Fisioterapia

O mercado de trabalho vem passando por importantes mudanças para profissionais da área da saúde. E esse novo cenário gerou grandes impactos em todas as esferas sociais como o aumento da procura por profissionais da saúde, gerando mais oportunidades de trabalho. 

Conforme estudo realizado pelo Linkedin, o número de profissionais de saúde foi o que mais cresceu no mercado em 2020. E para você ter uma noção, o número de contratação de enfermeiros de terapia intensiva registrou crescimento recorde de 820% em comparação a 2019.

E se você está pensando que o mercado está buscando somente por médicos e enfermeiros, está enganado. O mercado está demandando por profissionais especializados e com competências em enfermagem, terapia intensiva, farmácia clínica, medicina, fisioterapia, terapia ocupacional e biologia, entre outras áreas. 

E nos últimos anos, a demanda por fisioterapeutas em instituições como centros de estética, esportivos, asilos, empresas e até mesmo em escolas vem apresentando um crescimento contínuo. O foco vem sendo muito direcionado para a conscientização sobre lesões ocupacionais como, por exemplo, lesão por esforço repetitivo, também conhecida pela sigla LER.

Portanto, o Fisioterapeuta pode atuar desde áreas da saúde, como também da educação e serviços sociais, seja como profissional autônomo ou com vínculo empregatício. Sendo assim, você como profissional graduado pode trabalhar em hospitais, consultórios, ambulatórios, clínicas, em domicílios, clubes, comunidades e até mesmo em indústrias. 

E segundo o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito), a profissão de fisioterapeuta no Brasil tem 15 especialidades e áreas de atuação, confira: 

  1. Acupuntura
  2. Aquática
  3. Cardiovascular
  4. Dermatofuncional
  5. Esportiva
  6. Gerontologia
  7. Fisioterapia do Trabalho
  8. Neurofuncional
  9. Oncologia
  10. Traumato-Ortopédica
  11. Respiratória
  12. Osteopatia
  13. Quiropraxia
  14. Saúde da Mulher;
  15. Terapia Intensiva

Além disso, você como profissional graduado  na faculdade de Fisioterapia também pode optar por atuar como funcionário no setor público ou como autônomo e abrir o próprio negócio. No Brasil, atualmente, o Fisioterapeuta tem um salário médio de R$ 2.137,61 podendo variar conforme a região e especialidade do profissional. 

Então, se você deseja seguir carreira como Fisioterapeuta, mas precisa de uma mãozinha para começar a estudar, aproveita e corre para o site do Amigo Edu e confira as melhores condições de bolsas de estudos disponíveis no mercado. 

Então aproveite esse momento de alta demanda por profissionais da área de saúde e comece hoje mesmo a mudar o rumo da sua trajetória profissional! Ah e não esquece de acompanhar o Blog do Amigo Edu e redes sociais para ficar sempre por dentro das melhores novidades do mundo universitário.