Para quem se sente atraído pelo cuidado ao próximo no campo da saúde, uma dúvida muito comum é qual curso escolher, entre tantas opções da área. Enfermagem e Fisioterapia costuma ser os cursos que vêm à cabeça na hora da escolha de uma graduação, mas como escolher entre eles?

Enfermagem e Fisioterapia são cursos que possuem muitas coisas em comum, com profissionais de ambas as carreiras atuando, muitas vezes, em conjunto, o que pode confundir quem está em dúvida entre os dois cursos. Por isso, é importante conhecer as principais características de cada curso e saber reconhecer as diferenças entre os dois.

Continue a leitura e saiba um pouco mais sobre cada curso!

Como é a faculdade de Enfermagem?

O profissional de Enfermagem oferece assistência a pacientes com diversos graus de necessidades médicas, do início do tratamento até a pronta recuperação. Por meio de exames e conversas com o paciente, o enfermeiro determina qual deve ser o principal caminho para a sua recuperação. O enfermeiro pode atuar em hospitais, clínicas de tratamento, em residências de pacientes, de forma associada a uma instituição ou até mesmo de forma autônoma.

A graduação de Enfermagem tem de quatro a cinco anos de duração e os alunos têm acesso a diversas aulas práticas que vão ajudar no desenvolvimento da atenção à saúde do paciente de forma humanizada e competente sob o ponto de vista técnico.

Também é muito importante o segmento do curso que é dedicado a apresentar a gestão hospitalar, já que profissionais de Enfermagem precisam estar familiarizados com a administração dos hospitais e centros de saúde em que vão atuar, podendo, além disso, sair da linha de frente para seguir para áreas administrativas da saúde que também são importantes para uma melhor jornada de atendimento de todos os pacientes. 

Disciplinas do curso de Enfermagem

A faculdade de Enfermagem faz parte das Ciências Biológicas, mas sua grade curricular conta com disciplinas como Administração e Psicologia que acabam por garantir que os alunos saiam com uma visão multidisciplinar da sua formação, entendendo a importância de conhecimentos que saiam da técnica e ajudem na construção de um olhar empático, proativo e sensível sobre a profissão e os pacientes.

Entre as principais disciplinas do curso de Enfermagem, destacam-se:

  • Anatomia
  • Biologia
  • Bioquímica e Biofísica
  • Direito e Legislação
  • Enfermagem e Controle da Infecção Hospitalar
  • Enfermagem na saúde ambiental, da criança e do adolescente, da mulher, do idoso e do trabalhador.
  • Farmacologia
  • Fisiologia
  • Parasitologia
  • Patologia

Saber quais são as principais disciplinas que cairão no vestibular de Enfermagem também é importante. É por meio desta informação que o estudante conseguirá traçar a rota e montar seu cronograma de estudos.

A princípio, as matérias que requerem mais atenção são disciplinas presentes na grade curricular do ensino médio, como por exemplo: Português, Matemática, História, Biologia, Língua Estrangeira e Redação.

Mas vale lembrar que cada instituição tem autonomia para definir os temas que serão cobrados no vestibular. Algumas vão até além e se dispõe a avaliar a capacidade do aluno em Filosofia, em outros casos avaliam a competência do estudante em raciocínio lógico, e assim por diante. Por este motivo a dica é: fique atento ao edital do processo seletivo de interesse. Lá deverá constar as matérias que serão cobradas na prova.

Principais áreas de atuação em Enfermagem

Existem inúmeras áreas de atuação em Enfermagem. A demanda pelos profissionais de Enfermagem cresce a cada dia graças ao envelhecimento da população e a grandes crises como a provocada pela pandemia da covid-19, que nos apresentou à importância do cuidado com a saúde.

Dessa forma, profissionais de Enfermagem podem atuar em:

  • Enfermagem-Geral, coordenando equipes em plantão nos hospitais e atuando diretamente no cuidado aos pacientes, além da prática de atividades administrativas;
  • Enfermagem em Práticas Integrativas e Complementares, com o tratamento intensivo de pacientes em estados críticos de saúde, nas UTIs de hospitais;
  • Enfermagem do Trabalho, atuando no cuidado a funcionários de empresas e na implementação de programas de prevenção de acidentes de trabalho.

O setor da estética também tem criado diversas demandas para profissionais de Enfermagem, que podem atuar até mesmo como empreendedores, em clínicas próprias. 

CTA estude enfermagem com bolsa de estudo no amigo edu

Como é a faculdade de Fisioterapia?

Fisioterapeutas são responsáveis pelo diagnóstico e tratamento de lesões motoras em pacientes que podem ser atletas, pessoas com deficiência, trabalhadores que sofreram acidentes em horário de serviço, pessoas que sofreram acidentes, pessoas que sofrem de doenças físicas e crônicas, entre outros. Também podem atuar na prevenção de doenças e lesões.

A graduação em Fisioterapia dura em média quatro anos e tem uma grade curricular voltada às Ciências Biológicas. Durante a formação, os alunos têm contato com técnicas de tratamento para o cuidado e o restauro do corpo dos pacientes. 

Disciplinas do curso de Fisioterapia

Entre as principais disciplinas do curso de Fisioterapia, destacam-se:

  • Anatomia
  • Biologia Celular e Molecular
  • Biomecânica do Movimento Humano
  • Cinesiologia Clínica
  • Controle Neural do Movimento
  • Desenvolvimento Humano
  • Farmacologia
  • Fisiologia Humana
  • Fisioterapia Aplicada à Ginecologia, Obstetrícia e Urologia
  • Fisioterapia Dermatofuncional
  • Fisioterapia em: Geriatria, Neurologia, Pediatria, Pneumologia, Terapia Intensiva
  • Genética
  • Hidroterapia, Termoterapia, Eletroterapia, Fototerapia
  • Histologia e Embriologia
  • Imagenologia Aplicada à Fisioterapia
  • Métodos de Avaliação Clínica e Funcional
  • Neurofisiologia
  • Patologia Geral
  • Prótese e Órteses
  • Psicologia

Principais áreas de atuação em Fisioterapia

Entre as áreas de atuação em Fisioterapia que destacam-se, podemos citar a Fisioterapia Esportiva, voltada à prevenção e ao tratamento de lesões em atletas; a Fisioterapia intensiva, para a reabilitação de pacientes em estado crítico na UTI e precisam restabelecer sua capacidade respiratória, neurológica e do aparelho muscuesquelético; Fisioterapia Estática, para a recuperação de pacientes que se submeteram a procedimentos estéticos.

Quem ganha mais, um fisioterapeuta ou um enfermeiro?

A resposta é: depende. De modo geral, um enfermeiro em sua posição inicial ou intermediária de carreira pode ganhar por volta de R$ 3.440,04. Já o salário de um fisioterapeuta pode girar em torno de R$ 2.636,42.

No entanto, estamos diante de duas áreas com várias alternativas de atuação, o que acaba contribuindo para que a questão salarial entre Fisioterapia e Enfermagem, muitas vezes, seja difícil de ser comparada.

Afinal, qual a diferença entre Enfermagem e Fisioterapia? 

Enfermagem e Fisioterapia são duas carreiras distintas na área da saúde. A constante atualização, a dedicação, o estudo, a vontade de evoluir e crescer cada vez mais na profissão e bastante jeito para se relacionar com o público em geral são pré-requisitos para quem pensa em seguir uma dessas áreas.

Enquanto um fisioterapeuta previne, diagnostica e trata disfunções do organismo humano causados por má-formação, acidentes ou vício de postura, o enfermeiro é a pessoa que se dedica a manter, promover e a restabelecer a saúde das pessoas.

Veja também: Conheça as graduações mais procuradas da área da saúde!

Com todas essas informações, você já pode escolher o seu curso. É importante levar em conta não só a questão financeira – até porque é algo que pode variar – mas sua afinidade com cada área, a rotina de trabalho que deseja ter e como cada curso pode oferecer isso a você.

Depois de escolher o seu curso, que tal ganhar uma bolsa de até 80% para fazê-lo? Não perca tempo!

CTA encontre sua bolsa de estudos no amigo edu

22.006 comentários em “Enfermagem ou Fisioterapia: como escolher o melhor curso?